• Twitter
  • Facebook
  • You Tube
Buscar

Feng Shui no Dormitório

        No universo teórico do Feng Shui, o dormitório possui status de elemento prioritário. Sua importância para o conjunto supera a força expansiva da sala e a efervescência energética da cozinha. Tem peculiaridades respiratórias e luminosas totalmente distintas; operando por meio do equilíbrio tênue e rigoroso das entidades Yin / Yang, e sua saúde espiritual é condição primordial ao funcionamento saudável do sistema e do conjunto. 
        Dentro do dormitório, imerso na atmosfera serenamente introspectiva do contato com o “eu cósmico”, o ser humano encontra as melhores condições para reflexão, ponderação, autocrítica e autoconhecimento. Uma decisão tomada no dormitório é uma decisão definitiva, com maiores possibilidades de acerto. 
        Este ambiente deve estar provido de fluxos respiratórios em total equilíbrio e perfeitamente combinados e vale como dica reservar as atividades cotidianas e trabalho para a sala de estar, cozinha ou escritório. O uso deve ser restrito e o quarto deve permanecer resguardado para repouso e atividades íntimas individuais ou de um casal.     

    

As seguintes dicas simples podem ser mencionadas:

• Providencie ventilação e iluminação em profusão e de alta qualidade.
• Remover aparelhos eletrônicos, como televisão, computador e telefone.
• Evitar uso de plantas, que trazem vibrações dinâmicas ao ambiente.
• Cores pastéis e claras devem ser privilegiadas. Prefira tons claros de azul, verde, amarelo, pêssego e branco.
• Eleja poucos e belos móveis.
• Orientação geográfica deve ser preferencialmente norte/leste, para permitir a absorção da luz e do calor emanados pelo sol nascente.
• Janelas devem ser amplas e largas para possibilitar iluminação e fluxo aéreo livres e fartos. Devem contar com venezianas e cortinas reguláveis que possibilitem o controle da luz e do vento.
• É importante que haja excelente isolamento acústico que permita bloquear eficientemente sons externos. Deve possuir, portanto, recursos próprios no controle da luz, do vento e da sonoridade.
• A posição correta da cama é fundamental para o bem estar do usuário, pois determina o fluxo respiratório vigente nas áreas energéticas favoráveis, a estabilidade interna e a captação de forças positivas.
• A teoria Feng Shui elaborou um princípio simples, mas eficiente, na orientação sobre a disposição espacial da cama: Deve ser posicionada em sentido diagonal e o mais distante possível da porta de entrada do quarto, nunca à frente dela. Este móvel deve estar sempre contra uma parede, que não deve conter nenhum elemento arquitetônico, principalmente janelas.
• Não é só a posição da cama que importa para o Feng Shui. A qualidade e o tamanho dela também são essenciais na manutenção da harmonia. Em geral, ela não precisa ser alta demais, tampouco grande demais. O ideal é o tamanho médio e altura média. Se a estrutura for em madeira ou metal, melhor. A cabeceira é um elemento importante e deve conter um apoio sólido. Prateleiras e armários na mesma parede da cabeceira devem ser evitados, pois trazem confusão espiritual.
• Assim como em todos os cômodos, a regra número um do Feng Shui também vale para o dormitório: organização e limpeza fazem com que a energia circule melhor e mantêm idéias de problemas ou empecilhos sempre afastados, portanto, procure arrumar a cama todas as manhãs e evite roupas espalhadas pelo chão.
• Cores: Devem ser suaves e podem ser variadas. O lilás ativa a espiritualidade além de ser considerado uma cor apropriada para cura. O rosa ativa o romantismo. Verdes e azuis ativam a persistência e a esperança no futuro e dia-a-dia. Amarelos são adequados para trazer estabilidade e é excelente para quarto de idosos. Laranjas e vermelhos podem ser utilizados se o seu perfil for dinâmico e se você se identifica com estas cores, pois são ativadoras de energia e podem prejudicar o sono. Ainda assim, se optar por elas, dê preferência a tons claros.